Atividades complementares do curso de graduação em Engenharia Eletrônica

A formação do Engenheiro em Eletrônica não é restrita apenas a componentes curriculares do tipo disciplina. O curso de graduação em Engenharia Eletrônica possibilita ao aluno integralizar parte do seu curso com diversas atividades complementares, enriquecendo sua formação. A realização dessas atividades possibilita o aproveitamento de 60 horas a 180 horas de carga horária do curso (como as atividades complementares são optativas, a carga horária aproveitada é computada na carga horária das disciplinas optativas).

São previstas as seguintes modalidades de atividades complementares para o curso de graduação em Engenharia Eletrônica:

  1. Formação complementar (minicursos de nível superior com conteúdo complementar ao currículo)
  2. Atividades Profissionalizantes (auxiliar de ensino ou laboratório)
  3. Atividades de Participação em Evento Técnico-científico (apresentação de trabalho)
  4. Atividades de pesquisa (PIBIC, PIBITI, etc.)
  5. Atividades de Extensão - VEDADA
  6. Atividade de Empreendedorismo (EPJEL, etc.)
  7. Atividades de Estágio Curricular não Obrigatório
  8. Atividades Sócio-político-cultural (CAENGEL, etc.)

 

As modalidades 1 a 7 estão previstas no Anexo VII da Resolução 38/2019/CONEPE. A modalidade 8 está prevista, e regulamentada, assim como as outras, na Instrução Normativa 01/2021/COLENE. O colegiado do curso decidiu que a modalidade 5 não será aproveitada como Atividade Complementar, podendo ser aproveitada como outro componente curricular, denominado Atividades de Extensão.